sexta-feira, 23 de agosto de 2013

RELATÓRIO: UNIVERSIDADE VIRTUAL DE RORAIMA (UNIVIRR)




Universidade Federal de Roraima
 Centro de Educação
 Departamento de Pedagogia
 Disciplina: Tecnologia da Informação e Comunicação Aplicada à Educação
 Professora: Teresa Kátia Alves de Albuquerque
 Componentes: Cintia Emanuella Pereira Silva, LUCIA MARIA RAMOS FERREIRA, Tereza Cristina C. C. De Souza e Shara Adriana M. dos Santos.



 Universidade Virtual de Roraima (UNIVIRR)

 
 1 INTRODUÇÃO
 
    Como parte da avaliação da disciplina Tecnologia da Informação e Comunicação Aplicada a Educação (TIC´s), realizamos uma pesquisa de campo na Instituição Universidade Virtual de Roraima (UNIVIRR). Entrevistamos o Pró-Reitor Interino da instituição, Prof. Yranildo Mozart Pinheiro Ferreira que ao mesmo tempo tem a função de coordenador dos centros multimídia do estado de Roraima, aonde veio nos esclarecer todas as informações cabíveis da UNIVIRR.
  Este trabalho tem como objetivo fazer um levantamento sobre o histórico da Instituição (Figura 1), buscando a definição da mesma, elencando como funciona o ensino a distância e quais tecnologias e metodologias utilizadas no ensino aprendizagem.
Figura 1: Universidade Virtual de Roraima  
 
  A UNIVIRR tem como missão integrar o ensino, pesquisa, extensão e tecnologia, contribuindo para o exercício da cidadania no processo de construção do conhecimento e da cultura participativa.

2 METODOLOGIA
 
    A metodologia utilizada iniciou com pesquisas na internet sobre o histórico da instituição, visita à mesma, mediante a apresentação de ofício, onde foram aplicadas: uma pesquisa com questionários e entrevistas aos coordenadores pedagógicos, alunos e professores tutores; sugestões de melhorias para a instituição; e ao final, uma exposição de estatísticas e gráficos, sobre o ensino;
- Verificar o ambiente da instituição (se possui biblioteca e blogs, se realizam videoconferências para o aprendizado, quais tecnologias (equipamentos) são utilizadas.
- Reunir o grupo novamente, consolidando os trabalhos para postagens no blog, e posterior, exposição do seminário.

3 RECURSOS (TIC’s UTILIZADAS):
 
- Internet, como fonte de consulta (pesquisa preliminar) à instituição UNIVIRR;
- Câmera fotográfica (captação e exposição de imagens e vídeos, conforme permissão);
- Notebook (montagem das edições de textos, fotos, vídeos e gráficos, no Word e Power Point, com exposição no projetor Data Show); e
- Normas da ABNT.

  4 HISTÓRICO
 
   A UNIVIRR é dividida em dois momentos, um momento em que atua como universidade virtual, constituída pela lei estadual nº527 de 22 de fevereiro de 2006, com a finalidade de ofertar educação à distância em todos os níveis e modalidades de ensino, formação continuada e complementar, prioritariamente de nível superior, além de inclusão sócio-educacional e cultural, através da plataforma de educação à distância, e funcionava como departamento da SECD (secretaria de educação, cultura e desporto), não tinha autonomia própria, era concentrada (UNIVIRR, 2013).
    Em um segundo momento, transforma-se em fundação, pela lei complementar Nº156 de 14 de janeiro de 2010, instituição desconcentrada dotado de personalidade jurídica de direito privado com autonomia administrativa, financeira, pedagógica, científica, cultural, patrimonial e disciplinar, destinada ao ensino, pesquisa e extensão na modalidade de ensino a distância com o objetivo de dar maior abrangência junto às instituições de ensino superior, pois no estado de Roraima ainda não existia uma instituição a nível governamental que trabalhasse com educação à distância.
  A fundação UNIVIRR funciona como um meio. É o vínculo das universidades parceiras federais ou estaduais com os acadêmicos do estado de Roraima. Ela não oferta curso, mas dinamiza todo o processo administrativo e logístico, oferece estrutura física e tecnológica e viabiliza os meios necessários para que ocorra de forma efetiva a educação à distância em ensino superior, quem oferta os cursos são as instituições federais ou estaduais. Estas são responsáveis pelo vestibular, o trâmite do curso e material didático.
  Podem-se citar os cursos de graduação em Licenciatura em Informática e Matemática ofertada pela UFRR em parceria com a UNIVIRR.
   Vários cursos de extensão são oferecidos, por exemplo: Inglês e espanhol (nível básico e intermediário), Libras (nível intermediário e avançado), Informática Básica em Software Livre, Cursos de Língua Francesa, entre outros.

  5 ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA
 
   O corpo administrativo da UNIVIRR obedece a uma hierarquia e é composto por: Reitor, Vice-reitor e Pró-reitorias. O Reitor da universidade é o professor especialista Raimundo Nonato Carneiro de Mesquita (Figura 3), que é graduado em Licenciatura Plena em Matemática e Bacharel em Direito, também, especialista em gestão da educação pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), sendo escolhido pelo Governo Estadual e sabatinado pela Assembléia Legislativa, já que, a UNIVIRR é uma entidade dependente financeiramente do Estado.
   O cargo de vice-reitoria compete à Professora Antônia Vieira Santos; nas Pró-reitorias, a Professora Lucimeyre Barreto Cavalcante, é Pró-reitora de Ensino, o Professor Yranildo Mozart Pinheiro Ferreira é Pró-reitor Interino da UNIVIRR e Coordenador de Centro multimídia de Roraima; e a Professora Maria Luiza Pinheiro é Pró-reitora de Pesquisa, Extensão e Inovação.
   Os demais funcionários são cedidos do Governo Estadual ou Federal, existindo também cargos comissionados.

 6 RECURSOS TECNOLÓGICOS E FERRAMENTAS UTILIZADAS NA PRÁTICA DO ENSINO
 
     A UNIVIRR utiliza-se da IPTV, que é uma plataforma, totalmente baseada em software, de TV interativa e videoconferência que opera em redes IP (protocolo de internet), sua aplicação destaca-se em projetos de educação em massa e comunicação corporativa (BRISKCOM, 2013).
 
figura 2 : sala de vídeo conferênc
 
 
     Esta viabiliza o contato ao vivo entre alunos e professores através de vídeo conferência. Na plataforma IPTV, a sessão de conferência prevê uma sala virtual (figura 2) com áreas de visualização para chat e a lista de usuários presentes na sala. As operações na sala de conferência serão sempre mediadas por um moderador, que deverá monitorar o fluxo da conversa, a transmissão de mídias, etc., é o que se chama de colaboração. Na UNIVIRR o moderador é chamado de operador do centro multimídia, ficam sempre em dupla e trabalham em regime de plantão (Figuras 3). 
figura 3: operador de centro multimídia
 
    Os participantes operam a sala através de botões que indicam o pedido para transmissão de voz e/ ou imagem, e a participação em enquetes. No caso de uma sessão de vídeo conferência, ela acontece em tempo real. As imagens transmitidas são capturadas por uma câmera e a integração entre os participantes ocorre nos moldes da operação de voz / vídeo sobre IP.
     A matriz de transferência de sinal é aqui em Boa Vista. Para a viabilização do sinal IPTV a instituição utiliza-se de um satélite exclusivo.
Cada pólo tem um satélite próprio e se utiliza para vídeo conferência apenas recursos de vídeo e áudio, como microfones e câmeras.
    A plataforma Moodle é utilizada nas demais atividades pedagógicas. Quando não ocorrem encontros presenciais o link é totalmente através da plataforma Moodle, como postar atividades, toda interação com o tutor, as retiradas de duvida, entre outros, basta ter em mãos um computador. Através da matrícula o aluno recebe uma senha que lhe dá acesso as datas e horários dos eventos como, aulas, chats, fóruns, etc.
  Para viabilizar o ambiente pedagógico através de tecnologia multimídia a UNIVIRR disponibiliza segundo os parâmetros do sistema UAB de laboratório de informática, equipado com computadores e internet e sala de vídeo conferência.
    Segundo o pré-requisito do Ministério de Educação (MEC), cada pólo deve estar equipado com no mínimo oito ambientes, todos com ar-condicionado, duas salas de atividades presenciais, coordenação, salas de tutoria, auditório (opcional), banheiros exclusivos para os alunos Ead, biblioteca(figura 4), todos com placa de identificação UAB.
figura 4: biblioteca
    O Governo do Estado é o mantenedor de todos os pólos do estado de Roraima, bem como viabiliza o apoio tecnológico e físico para a UNIVIRR. As prefeituras disponibilizam escolas públicas onde funcionam os pólos.
   Em relação a pagamentos de professor, tutor, coordenador, produção de material didático impresso, aquisição de livros para biblioteca, capacitação de profissionais envolvidos, os recursos destinados a estes vão diretamente para as instituições parceiras através da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), órgão a quem a UAB é subordinada. O recurso vem do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

7 TUTOR
 
  Para ministrar em cursos de Educação a Distância, o Tutor tem que no mínimo ter a graduação. Não adianta ter muitas especializações ou cursos em Ead e não ser graduado, a graduação dá total acesso para o tutor exercer a função.
  Não necessariamente precisa ter o curso de tutoria, contudo precisa ter conhecimento e habilidade para uso das ferramentas do ambiente de trabalho, sendo avaliado pelo MEC, que é pré-requisitos para a prática ensino.
   No caso da UNIVIRR, o tutor é selecionado pela própria instituição que oferece o curso.
Cada pólo deverá ter um coordenador UAB que coordene toda a parte pedagógica de todas as instituições parceiras, e um tutor que coordene o curso de cada instituição.

7.1 INTERAÇÕES DO TUTOR COM ALUNO
   Com uma senha o aluno irá acessar o ambiente da plataforma Moodle, o que permitirá o acesso as diversas atividades, tais como, chats, fóruns, notas, e toda a metodologia do curso.  Nas discussões do fórum o aluno deve estar presente, sendo um direito dele. A participação no fórum vai contar como assiduidade na plataforma.
   É através de uma pergunta no fórum que acontece a interação e à medida que as dúvidas aparecem, o conhecimento vai sendo disseminado.
   O coordenador do curso utiliza a realização do fórum para avaliar a disciplina. O mesmo é colocado para habilitar a disciplina que esta sendo ministrada naquele momento.
  Nas aulas presenciais via vídeo conferência o aluno faz perguntas ao professor tanto no microfone quanto via chat (colaboração). As aulas são agendadas previamente. Os professores das instituições parceiras dão aula em Boa Vista.
   Dentro dos 100% de cada curso Ead, é obrigatório veicular 30% de aulas presenciais e 70% á distância.
    UNIVIRR está presente nos 15 (quinze) municípios, que são:
  • ALTO ALEGRE
  • AMAJARÍ
  • BOA VISTA
  • BONFIM
  • CANTÁ
  • CARACARAÍ
  • CAROEBE
  • IRACEMA
  • MUCAJAÍ
  • NORMANDIA
  • PACARAIMA
  • RORAÍNÓPOLIS
  • SÃO JÕAO DA BALIZA
  • SÃO LUIZ DO ANAUÁ
  • UIRAMUTÃ
     
8 GRÁFICOS E ESTATÍSTICAS
                            
TOTAL GERAL
MUNICÍPIOS
Vagas
Matrícula
Cursando
Inativos
Concluído
AMAJARI
274
209
120
89
-
ALTO ALEGRE
250
183
73
92
18
BONFIM
170
109
14
82
13
BOA VISTA
820
704
295
305
104
CANTÁ
172
172
51
116
5
CARACARAÍ
170
127
42
57
28
CAROEBE
124
124
61
63
-
IRACEMA
124
124
45
79
-
MUCAJAÍ
146
100
09
71
20
NORMANDIA
124
121
12
97
12
PACARAIMA
152
134
45
84
5
RORAINÓPOLIS
302
257
114
116
27
S. LUIZ DO ANAUÁ
154
148
28
118
02
S. JOÃO DA BALIZA
254
144
88
55
1
UIRAMUTÃ
102
96
09
79
8
TOTAL GERAL
3338
2752
1006
1503
243
    Uma análise geral dos gráficos mostra que o número de vagas é razoável e o número de matrículas na maioria das cidades é quase igual ao número de vagas. 
   O número de alunos cursando e de inativos em seis das quinze cidades pólo é quase o mesmo, em quatro cidades o número de alunos cursando é metade do número de inativos e em cinco cidades, o número de alunos cursando é bastante irrisório em relação aos de inativos.
    Verifica-se também que o número de concluintes é bastante pequeno em relação ao número de alunos cursando. Isso se deve ao fato de que na Educação á distância em ensino superior não há limite para término do curso, ou seja, não há jubilamento. O aluno pode parar e retornar quando quiser.

9 PARCERIAS
 
     Enquanto Fundação, a UNIVIRR começou com uma única parceria, a IFPA, segundo o Prof. Yranildo Mozart Pinheiro Ferreira, foi um verdadeiro desafio na época, pois além de não conseguir mensurar o número de alunos que seriam alcançados, ainda se enfrentava a discriminação ao sistema de Ead, principalmente no estado de Roraima.
    Hoje a UNIVIRR conta com sete instituições parceiras ofertando cursos que suprem a demanda econômica e social dos municípios do estado de Roraima, promovendo o desenvolvimento uniforme de todas as regiões e contribuindo de forma significativa para a melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano da população roraimense.

ATUAIS PARCERIAS
  • UNB (UNIVERSIDADE DE BRASILIA)
  • UFAM (UNIVERSIDADE FDERAL DO AMAZONAS)
  • IFRR (INSTITUTO FEDERAL DE RORAIMA)
  • IFAM (INSTITUTO FEDERAL DO AMAZONAS)
  • UFRR (UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA)
  • UFSC (UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA)
  • IFPA (INSTITUTO FEDERAL DO PARÁ)
  • PUC-SP (PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO)
 
10 AVALIAÇÃO DA INSTITUIÇÃO E DO ALUNO
 
   Hoje existe o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP), pertencente ao governo federal, tendo como objetivo avaliar o rendimento dos estudantes de Ensino Superior em relação aos conteúdos ofertados (programáticos) por cada curso. Esta avaliação é para todos os acadêmicos, por ser um componente curricular obrigatório, ficando a universidade proibida de autorizar a colação de grau do aluno caso o mesmo não compareça ao exame, ficando em situação irregular, salvo por motivo de saúde desde que comprovada junto ao INEP. A primeira aplicação ocorreu em 2004 e a periodicidade máxima com que cada área do conhecimento é avaliada, sendo trienal (MENDONÇA, 2012).
    A UNIVIRR como instituição de ensino superior, também é avaliada pelo ENADE, pois no ato da inscrição do exame, ela é questionada qualitativamente quanto à aplicação de sua metodologia e quanto a sua estrutura. E se na realização do referido exame, os alunos obtiverem bons desempenhos, a universidade terá condições de prosseguir na oferta e melhoria dos cursos, caso contrário, dependendo do grau, não poderá ofertá-los, e até mesmo, será fechada.
    Além da simples exigência do comparecimento no exame, sem alterar a nota final do aluno, mas servindo apenas como parâmetro para MEC, e agora para o público, esta avaliação irá valorizar o diploma do aluno, sendo as notas divulgadas nos meios de comunicações, atraindo desta forma os melhores estudantes para universidade.
    O Sistema UAB, com o objetivo de zelar pela qualidade da oferta dos cursos, bem como da infra-estrutura dos polos de apoio presencial, realiza também avaliações in loco.
   A equipe de avaliadores in loco dos polos do Sistema UAB é composta por professores qualificados que têm a incumbência de levantar possíveis necessidades de melhorias, tanto na parte de infra-estrutura quanto na parte pedagógica dos cursos oferecidos nos polos. As conclusões dos avaliadores são encaminhadas á Diretoria de Educação a Distância da CAPES, na forma de relatório, para que sejam tomadas as providências cabíveis.

11 CONSIDERAÇÕES FINAIS
 
  Esse trabalho proporcionou uma significativa contribuição para nosso processo de construção de conhecimento no que se diz respeito às tecnologias aplicadas na área educacional. Deu – nos a possibilidade de compreender e conhecer o funcionamento e a estrutura da Universidade Virtual de Roraima em todo o seu contexto.
  Nos fez perceber sua importância para formação de muitos cidadãos da sociedade roraimense, dando a eles a oportunidade de avançar em busca de novos conhecimentos e uma vida mais digna.
  Sendo assim, realizamos nosso trabalho certo de que entendemos o real objetivo e contribuição da instituição, e acreditamos ainda, que este trabalho proporcionou mais um aprendizado que será válido na nossa formação em diversos sentidos.

REFERÊNCIAS
BRISKCOM Business Technology. Disponível em: <http://briskcom.com.br/ > Acesso em: 05 ago. 2013.
MENDONÇA, Júlia. A importância do ENADE para a universidade. Entrevista. 2012. Disponível em: <http://Pucurgente.vrc.puc-rio.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid= 3729&sid=9> . Acesso em: 05 ago. 2013.
UNIVIRR. Fundação Universidade Virtual de Roraima. Disponível em: <http://univirr.edu.br/.Acesso em: 10 jun. 2013.